Bem-vindo, cabra macho!


Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

“Há grandes homens que fazem com que todos se sintam pequenos. Mas o verdadeiro grande homem é aquele que faz com que todos se sintam grandes.”

G.K. Chesterton

Com essa frase, abrimos e damos as boas vindas a todos aqueles que visitam o nosso site “Homem Católico”. Antes de mais nada, é uma satisfação imensa de concretizarmos mais um plano de Deus, através do administrador Maurício de Figueiredo!

O objetivo desse humilde e ainda pequeno blog, é de exibir formações, passar informações que interesse ao homem católico e por último (porém não menos importante),é de mostrar ao mundo que o verdadeiro cavalheiro, protetor e homem católico, ainda existe (para o desespero de movimentos como o feminista rsrs)!

E pedimos a intercessão de São José, que foi exemplo de homem e exemplo de masculinidade, para que nos ensine a ter a coragem e exemplo de pai que ele teve ao proteger sempre o menino Jesus! Agradecemos a todos os homens que curtem esse blog e agradecemos também as Santas mulheres que intercedem por nós!


Sobre

Seminarista na Arquidiocese de Diamantina - MG 27 anos.


'Bem-vindo, cabra macho!' possui 2 comentários

  1. 17 de setembro de 2014 @ 11:33 José Helton Nogueira Diefenthäler Jr.

    Pois assim como proposto por esse auspicioso blog, quem sabe se aos poucos não vamos ajustando as coisas às suas medidas. Parabéns!

    Responder

  2. 23 de setembro de 2014 @ 10:27 Fabio

    Muitos homens católicos, percebendo o efeito efeminador do politicamente correto e sua aplicação às virtudes católicas, reagem caindo num extremo caricatural, tipo “Rambo tomando cachaça e cuspindo palavrão”. É sempre muito importante lembrar que o padrão de masculinidade cristã é amplo: vai dos modelos mais óbvios, como Santo Inácio de Loyola e São Nuno de Santa Maria, passando por tipos mais delicados, como São João Maria Vianney, até homens imersos na contemplação, quase alheios à interação social, como São Bruno Hartenfaust e São Bento Labre. Todos homens católicos. Verdadeiramente homens e verdadeiramente católicos. Rambo e o cachaceiro que coça o saco são caricaturas, não o padrão. Vamos nessa: virilizar as paróquias! Abraço!

    Responder


Gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de email não será publicado.

"Um varão católico não pode esquecer esta ideia-mestra: imitar Jesus Cristo, em todos os ambientes, sem repelir ninguém."

Homem Catolico

Confortare et Esto Vir.