Da necessidade de mentores


Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail
O que seria de São Paulo se não houvesse um São Barnabé? Ou, o que seria Eliseu se não existisse um Elias?
Muitos homens em nossa época se encontram perdidos em sua jornada de fé e de vida em função de não conhecerem bons referenciais, bons exemplos a serem seguidos. Afinal de contas, não existem manuais para serem bons maridos e bons pais.
Obviamente que existem livros que nos ajudam, mas estas experiências em específico são melhor aprendidas através da companhia, conselho e prestação de contas com outros homens igualmente cristãos, comprometidos com Deus, com suas esposas e filhos.
 

“Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro.” Pv. 27,17

Na verdade precisamos tomar algumas atitudes:

  1. Encontrar homens cristãos de verdade, que conhecem e ensinam a santíssima fé católica, mais velhos e que tenham um testemunho efetivo de vida com Deus;
  2. Buscar travar relacionamento de amizade e companheirismo, para que através do exemplo e dos conselhos possamos aprender e amadurecer;
  3. A partir disso, sermos capazes de nos suportar mutuamente na verdade e na caridade, buscando fortalecer a nossa jornada como maridos e pais.

Então, você tem coragem de procurar um mentor? De ousar compartilhar de si mesmo para a maior glória de Deus?

Originalmente postado em Oficina de São José

Sobre

Católico, marido e pai.


'Da necessidade de mentores' sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de email não será publicado.

"Um varão católico não pode esquecer esta ideia-mestra: imitar Jesus Cristo, em todos os ambientes, sem repelir ninguém."

Homem Catolico

Confortare et Esto Vir.