É tempo de homens novos!


Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

Era noite quando me encontrei com Ele. Eu me apressei em dizer:
– Mestre, eu sei que você vem da parte de Deus, pois ninguém pode fazer os sinais que você faz, se Deus não estiver com ele.
A resposta de Jesus para mim foi misteriosa.
– Em verdade, digo a você: quem não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.
– Como um homem pode nascer, sendo já velho? – perguntei – Ele poderá entrar uma segunda vez no seio de sua mãe e nascer?
Ele, então, foi mais direto.
– Quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. O que nasceu da carne é carne, o que nasceu do Espírito é espírito. Não se admire de eu ter dito: você deve nascer de novo (Jo 3, 1-7).

Talvez a minha primeira pergunta não deveria ter sido “Como”, e sim, “Por que eu preciso nascer de novo?” Bom, eu não sou lá essa perfeição toda, mas a minha vida está boa. Eu estudo, trabalho, gosto da minha família e dos meus amigos, faço minhas orações, uso cinto de segurança, não jogo lixo na rua, fiz doação na campanha dos desabrigados… Bom, eu gosto da minha vida. Por que mudar? Mas também para essa pergunta Ele já havia me dado a resposta: O que nasceu da carne é carne. E Ele, que me ama tanto e quer que eu chegue ao conhecimento da verdade, me faz lembrar que minha história está muito marcada por várias das chamadas obras da carne: “fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçaria, ódio, rixas, ciúmes, ira, discussões, discórdia, divisões, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes” (Gl 5, 19-21). É, de fato, eu nasci da carne, porque o homem que eu sou hoje é resultado de muitas dessas experiências.

Muitas vezes é na noite de nossa história que temos um encontro pessoal com Jesus. Inclusive são muitas dessas experiências da noite que nos levam a Ele. Chamo de encontro pessoal porque Cristo não é o personagem de um livro antigo, uma figura ilustre da história. Não! Eu falo dele porque foi na minha história concreta que Ele se revelou; é a minha história que Ele está transformando em história da salvação. Nascemos da carne, mas nascemos também do Espírito, porque, batizados na água e no Espírito, agora estamos em Cristo. E “se alguém está em Cristo é nova criatura. Passaram-se as coisas antigas; eis que se fez realidade nova” (2 Cor 5, 17).

Respondido, então, o meu primeiro questionamento, eu passei, de fato, à minha pergunta:
Como nascer de novo?
E o Senhor foi mais claro ainda. (Vocês notaram que eu sou meio lento para entender):
– Deixe-se conduzir pelo Espírito e você não satisfará os desejos da carne (Gl 5, 16). O que há dentro de você é um germe de homem novo e o Espírito Santo, que o plantou aí, todos os dias vai ensinando a você a remover o seu modo de vida anterior – o homem velho, que se corrompe ao sabor das concupiscências enganosas – e a se renovar pela transformação espiritual da sua mente, revestindo você do homem novo, criado segundo Deus, na justiça e santidade da verdade (Ef 4, 22-24).

É tempo de homens novos - Esto Vir - Homem Católico
E Ele foi me explicando que, aos poucos, minhas verdades vão sendo encaradas com um novo olhar, uma mentalidade nova vai sendo moldada, à medida em que eu me aprofundar no conhecimento da Palavra de Deus, participar ativamente da Igreja, por meio dos sacramentos e da comunidade cristã, dedicar-me à oração, construir amizades com pessoas que também busquem a Deus com sinceridade. Para resumir, o convite constante que o Espírito me fará é de ofertar a Deus, sem temor, a minha vida e a minha história cheia de marcas, para que Cristo faça novas todas as coisas (Ap 21, 5).

Com o coração cheio de alegria, já estava indo embora quando o Mestre acrescentou:
O vento sopra onde quer e ouves o seu ruído, mas não sabes de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todo aquele que nasceu do Espírito (Jo 3, 8).
Eu não consegui segurar o sorriso largo, imaginando a aventura grande que Ele estava reservando para mim. Eu não sei para onde serei levado, mas sigo caminhando.

Quando percebi, já não era mais noite; o dia já estava amanhecendo.


Sobre

Publicitário cearense, 33 anos, casado e pai. Minha maior busca: conhecer sempre mais o quanto sou amado por Deus e dar a Ele uma generosa resposta de gratidão, vivendo as constantes renovações que Ele me concede. | Totus tuus ego sum Mariae et omnia mea tua sunt!


'É tempo de homens novos!' possui 2 comentários

  1. 27 de novembro de 2015 @ 15:54 Heuller

    Belo texto! Bela reflexão! Senti de fato Deus falar comigo nesse texto. Muito Obrigado!

    Responder

  2. 13 de maio de 2016 @ 11:11 Filipe Melo

    Excelente reflexão! Obrigado por compartilhá-la.

    Responder


Gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de email não será publicado.

"Um varão católico não pode esquecer esta ideia-mestra: imitar Jesus Cristo, em todos os ambientes, sem repelir ninguém."

Homem Catolico

Confortare et Esto Vir.