Hoje é dia de resposta firme


Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

O tempo é breve (1Cor 7, 29) e já é hora de despertar. (…) A noite já vai adiantada, o dia vem chegando. (Rm 13,11-12).

Mais do que aquela retrospectiva piegas e promessas vazias que muitos de nós fazemos no 31 de dezembro, o fim do ano litúrgico e o tempo novo que o Advento traz, com todo o seu teor escatológico, são oportunidades maravilhosas de fazer memória de onde o Senhor nos tirou, de como Ele tem nos conduzido e como tem sido nossa resposta, especialmente à vocação que Deus nos colocou de sermos homens segundo o coração d’Ele.

Ao pensarmos nessa resposta, é muito comum bater o desânimo, principalmente para quem luta contra vícios adquiridos e profundamente enraizados, como luxúria, vaidade, ira etc. Tentamos, tentamos… e muitas vezes morremos na praia. Muitos caras relatam que se confessam num dia por conta de pecado de sexualidade depravada, por exemplo, e no dia seguinte caem no mesmo pecado, tão entranhado está o vício.

Homem olhando o horizonte - Homem-católico - Esto-Vir

Antes que comecemos a desanimar por perceber que nossa resposta é geralmente medíocre, infantil ou marcada por infidelidades, é preciso recordar ainda mais das muitas ressurreições que Deus nos proporcionou. O amor de Deus por nós é maior que nossos pecados, mano, e capaz de nos fazer ressurgir deles! “Deus demonstra seu amor para conosco pelo fato de Cristo ter morrido por nós quando ainda éramos pecadores” (Rm 5,8).  Esse amor de Deus, que é sempre novo, a todo instante nos convoca a recomeçar, a renunciar ao pecado e a deixar que a graça de Deus conduza nossos esforços. É Deus quem olha firme nos nossos olhos, como um pai que encoraja um filho choroso, e diz: “Agora é o tempo favorável, agora é o dia da salvação”. (2Cor 6, 2)

Os ciclos, marcos e ritos de passagem têm um sabor de renovação e trazem uma motivação forte a cada vez que os celebramos. Seja um novo tempo litúrgico, uma data importante, a festa de um santo, o aniversário de namoro ou casamento, o fato de começar a semana com o Dies Domini ou o corriqueiro ato de amanhecer.  Eles servem para nos recordar que o Senhor nos coloca muitas oportunidades de recomeçar. E para que não nos acomodemos em ciclos viciosos de “cai-levanta-cai-levanta”, somos chamados a dar passos mais concretos em nossa conversão, a fazer progressos ainda maiores (cf. 1 Ts 4, 1). Se conversão é caminho pra vida toda, cara, vamos viver um dia de cada vez e buscar estar preparados nesse dia. Hoje, se ouvirmos a voz de Deus, não vamos endurecer os nossos corações. Vamos nos animar uns aos outros, dia após dia, enquanto ainda se disser “hoje” (cf. Hb 3, 7-8a.13a).



Sobre

Publicitário cearense, 33 anos, casado e pai. Minha maior busca: conhecer sempre mais o quanto sou amado por Deus e dar a Ele uma generosa resposta de gratidão, vivendo as constantes renovações que Ele me concede. | Totus tuus ego sum Mariae et omnia mea tua sunt!


'Hoje é dia de resposta firme' possui 1 comentário

  1. 23 de dezembro de 2015 @ 23:26 Antônio José Rodgero Amaro

    Verdade, Deus sabe de nossas franquezas e demências e Ele está conosco para nos ajudar a vence-las! Essa é a Divina Misericórdia, nunca nós abandona e sempre nós chama para o combate espiritual novamente!

    Responder


Gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de email não será publicado.

"Um varão católico não pode esquecer esta ideia-mestra: imitar Jesus Cristo, em todos os ambientes, sem repelir ninguém."

Homem Catolico

Confortare et Esto Vir.