Sê Viril!


Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

Estamos vivendo em uma sociedade em que os homens estão perdendo a virilidade, a essência do verdadeiro ‘homem’ está perdendo o seu valor. Podemos considerar que infelizmente os homens estão portando-se de forma afeminada. Mas o que pode estar acontecendo com os homens desta geração? Seria isso mera influência cultural?

Podemos considerar o fato um tremendo risco para nossos filhos. Que exemplo de herança intelectual dispensaremos aos nossos futuros filhos? Quantas vezes você já escutou aquele pequeno puxão de orelha do seu pai, ou até mesmo de sua mãe que diz: “Seja homem!”?; Isso não é um mero alerta, é nada mais que um pequeno esforço necessário ao ser humano para assumir sua condição.

A identidade do homem está se perdendo por conta de uma certa feminilidade que insiste em penetrar as sua raízes. Uma das maiores  riqueza que o homem deve perpetuar de seu pai é a masculinidade. É inadmissível que um homem deixe que essa cultura da feminilização adentre em si. O homem é a figura principal dentro de uma família, é o símbolo do patriarcado, o que é sustentado desde o início da humanidade. O homem deve ser símbolo de figura paterna.

Pai – função principal e primordial numa formação familiar, é ele que deve ser símbolo de referência de autoridade, e a mãe deve ser uma auxiliar que também é dotada de autoridade, mas dentro de uma casa, o pai é que deve ser figura central de autoridade.

Diante disso, convidamos a todos os homens, principalmente os homens católicos: SEJAM HOMENS. Transmitam essa mensagem e principalmente sejam exemplos de homem em casa, no trabalho e principalmente para seus filhos. Sejam sinal de masculinidade para os seus filhos, de paternidade para suas filhas e de proteção para suas esposas.

 

“Sê forte e corajoso; porta-te como homem” ( I Reis 2,2)


Sobre

Esse Post é uma republicação.


'Sê Viril!' sem comentários

Seja o primeiro a comentar este post!

Gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de email não será publicado.

"Um varão católico não pode esquecer esta ideia-mestra: imitar Jesus Cristo, em todos os ambientes, sem repelir ninguém."

Homem Catolico

Confortare et Esto Vir.