Ser homem católico é santificar a si mesmo e a própria família.


Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

Um dos santos mais desconhecidos e esquecidos da Igreja, porém com uma das histórias mais espetaculares e de testemunho impactante, é o nosso Santo do dia e tenho muita devoção por ele: São Ricardo de Wessex (Ou São Ricardo de Luca ou apenas São Ricardo).

São Ricardo, foi um rei (alguns dizem que ele foi apenas um nobre, porém outros são contra essa tese) muito a frente do seu tempo e ao descobrir a sua vocação matrimonial, não perdeu tempo em tentar santificar a si mesmo, e a seus 3 filhos: Wilibaldo (ou Vilibaldo), Winebaldo (ou Vilibaldo) e Walberga (ou Valberga). E concluiu perfeitamente essa missão de santificar os filhos!

No ano de 720, com os 2 filhos já monge, abdicou a coroa e partiu junto com eles em uma peregrinação de penitência, oração e devoção rumo à Terra Santa, mas antes, uma pequena passada em Roma para venerar as relíquias de São Pedro e São Paulo. Enquanto isso, Santa Walberga, ficou seguindo a vida religiosa em um mosteiro como abadessa.

No ano de 722, ainda na metade da peregrinação (mais exatamente na cidade de Luca no norte da Itália), São Ricardo adoeceu e faleceu ali mesmo, tendo o seu corpo sepultado na igreja de São Frediano, onde ainda permanece algumas relíquias dele. Após a morte do pai, somente São Winebaldo completou a peregrinação, pois seu irmão ficou alguns anos em Roma estudando!

São Bonifácio (parente muito próximo a São Ricardo e talvez até irmão), logo após ser elevado bispo, convocou São Wilibaldo e São Winebaldo para missão de evangelização aos povos germânicos e por fim, Santa Walberga se juntou a eles nessa missão!

Vendo tudo isso, só conseguimos concluir o quão foi belo o legado deixado por São Ricardo para seus filhos que hoje também recebem a honra e a veneração nos altares. Um pai que foi um verdadeiro homem e exemplo de santidade para os filhos a ponto de torná-los santos também! Um santo que não merece apenas ser lembrado como um simples santo do dia, mas sim, merece ter o seu exemplo e suas virtudes imitados por todos os pais do Brasil e do mundo, para que possam santificar os seus filhos e a si mesmo! Que a partir desse testemunho, possamos criar uma devoção para com esse extraordinário santo que viveu perfeitamente o sacramento do matrimônio e cumpriu a sua função como HOMEM CATÓLICO!

 

“Aceitando Cristo Nosso Deus como rei, ó nobre Ricardo,
tu deixaste tuas terras em Wessex para se tornar um peregrino.
Roga para que nós, em nossa peregrinação,
encontremos a salvação das nossas almas.”

 

São Ricardo, rogai por nós!


Sobre

Esse Post é uma republicação.


'Ser homem católico é santificar a si mesmo e a própria família.' possui 1 comentário

  1. 18 de fevereiro de 2015 @ 15:47 Danilo

    Passando para parabenizar a todos pelo grandioso trabalho de evangelização. Eu já fui da Taverna quando tava com o face. Resolvi me desligar por enquanto. rsrss… mas acompanho as postagens de vocês no facebook.

    Responder


Gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de email não será publicado.

"Um varão católico não pode esquecer esta ideia-mestra: imitar Jesus Cristo, em todos os ambientes, sem repelir ninguém."

Homem Catolico

Confortare et Esto Vir.